FANDOM


Guia Rápido do
Caern do Vento Frio
Caern do Vento Frio
Veneráveis Elderes
Patas-Tortas
Elderes
Algoz
Antigos-Pactos
Espírito-da-Neve
Athros
Cérberus - Líder do Septo
Choro-do-Passado
Gaefa
Justiça-das-Ruas
Lago-dos-Mistérios
Adrens
Filho-da-Lua
Fúria-Pura
John Capanga
Melodia-do-Sangue
Nascido-do-Grifo
Patas-de-Bode
Riso-de-Loki
Fosterns
Bjorn Verme-Mortal
Cantar da Noite
Coruja-do-Norte
Honrado-pela-Prata
Hunter
Johann Gutentäg
Kernel
Makulus Karkanov
Rastros-sob-a-Lua
Seawulf Roar
Sophis Ruv
Stick
Uivo Branco
Uivo-da-Morte
Cliaths
Cigarra-na-Noite
Jake Dresden
Urro-de-Fenris
Filhotes
Espírito-do-Lago
Matilhas do Septo
Matilha dos Andarilhos da Tempestade
Matilha dos Caminhos Tortuosos
Matilha da Esperança
Matilha dos Filhos de Midgard
Matilha da Unidade de Gaia
Sociedade Garou
Caern do Vento Frio
Caerns Conhecidos
Kin Folks
Matilhas
Werewolfs
Calendários
Ano de 2010
Ano de 2011
Ano de 2012
Administração da Wiki
Mudanças Recentes
Novas Páginas
Edit

Johann Gutentäg

Nome: Johann Gutentäg

Tribo: Shadow Lords

Auspício: u

Nascimento: o

Posto: Fostern

Totem Pessoal: Avô Trovão

Obs.: Personagem do Henrique

ORIGEM

Johann nasceu na Finlândia e foi lá que passou os primeiros 16 anos de sua vida. Teve a rara oportunidade de crescer em uma enorme casa com vários empregados, pois sua família era dona de uma das maiores fortunas da região. Mas nem com todas estas regalias teve uma infância que pode ser considerada feliz, o jovem rapaz passou a maior parte de sua, ainda curta existência, cercado de tutores que viviam lhe dizendo quais eram os modos corretos de se sentar, andar e falar, cada vez que tinha uma atituda espontânea era rapidamente tolhido e lembrado do que a boa educação mandava. Nos seus poucos momentos de liberdade, as únicas pessoas com quem podia conversar eram os seguranças, que o seguiam a toda parte. Como consequência disto eles acabaram se tornando seus melhores amigos e lhe ensinando coisas muito mais interessantes do que as que ele estava acostumado, como dirigir os carrões do seu pai e atirar com o vasto arsenal ao qual eles tiham acesso para prtoteger a mansão. Não é preciso dizer que com o passar do tempo isto rendeu algumas confusões para ele, inclusive algumas detenções, felizmente domiciliares, graças aos advogados da empresas Gutentäg, que já começavam a conhecer o jovem Johann devido as confusões nas quais o garoto se metia. Seu discurso mais frequênte perante aos juízes era "Meritíssimo, me diga, com sinceridade, se o senhor tivesse, em plena puberdade, a chance de dar uma escapadinha de casa dirigindo uma Ferrari, novinha, o que o senhor faria?" Foi exatamente nesta fase, na puberdade, quando seus hormônios começavam a fervilhar e tabém as confusões em que ele se metia, que em um belo dia foi anunciado pelos empregados da mansão que alguém estava aguardando no salão de entrada. O rapaz estranhou, pois estava no meio da semana e as únicas visitas que batiam em sua casa eram aqueles executivos velhos e muito chatos que viam discutir negócios com seu pai e não tinham coragem nem de trazer seus filhos, pois com certeza já tinham ouvido falar da má influência que Johann poderia ser. Bom, usando toda a educação que recebera até ali, muito a contra gosto, pois só agia assim quando seus tutores o observavam, o que acontecia no momento, ele se dirigiu ao salão de entrada para receber, o que ele esperava ser mais um velho chato. Ao chegar no local, confirmou suas espectativas, pois mais um ancião estava ali parado, Johann fez uma reverência profunda, para impressionar o convidado e seus tutores, mas assim que o seu rosto saiu do ângulo de visão ele fez uma enorme careta, e disse:

- Muito bem vindo senhor, o que deseja?

- É bom saber que ainda ensinam bons modos aos mais novos por aqui. Eu vim aqui para conhecê-lo meu jovem rapaz.

- A mim, mas eu nunca recebi uma vis... - Johann desfez a careta, levantou a cabeça atônito e olhou diretamente para o velho pela primeira vez percebendo que embora fosse muito velho, tinha uma postura muito diferente dos amigos de seu pai, e seus olhos não pereciam normais, davam a impressão de conseguir olhar dentro da sua alma. - Já sei, o senhor é da polícia né? Seja o que for, não fui eu!

- Não se preocupe menino, não sou da polícia, pelo menos não da qual você está acostumado a lidar.

- Então quem é o senhor afinal? - Johann não queria deixar transparecer mas os olhos dauqele velho o assustavam.

- Cale-se por um momento, e me deixe olhar pra você mais de perto - disse ele se aproximando do rapaz. - Hum, muito interessante, bem que eu imaginei, depois de ficar sabendo das confusões em que você anda se metendo, paraca que aquele tonto do meu irmão tem talento para mais alguma coisa além dos negócios.

- Do que o senhor está falando, que irmão é esse?

- Mas pelo visto não é muito inteligente, deve ter herdado isso da família de sua mãe.

- Quem é o senhor para falar da minha inteligência ou da minha mãe?

- Tudo ao seu tempo meu rapaz, por enquanto basta saber que eu sou seu tio e que estarei observando você de perto daqui para frente - o velho se inclinou e sussurou ao ouvido de Johann - bem de perto! Cuide-se, você é mais importante do que imagina.


O velho se retirou sem dizer mais nada e Johann ficou ali tentando entender o que estava acontecendo, embora nenhuma explicação convincente viesse a sua mente, e ele achou melhor não contar nada a ninguém, pois se seu pai nunca lhe disse que tinha um irmão deve ter tido seus motivos. Bom, o fato, é que a partir daquele dia o garoto passou a se sentir observado a cada passo que dava, inclusive durante as suas muitas escapadas noturnas, nas quais ele tinha certeza de estar sozinho, embora a estranha sensação não desaparecesse. Até os pássaros pareciam observar seus passos, principalmente os negros, que paraciam ter feito ninho em algum lugar do seu quintal. O tempo passou e o rapaz completou 16 anos, seus estudos pelo menos se tornavam menos entediantes, ele estava se tornando bom em assuntos como política e liderança e por algum motivo ele gostava disso. Foi então que durante uma de suas escapadas, dentro de uma boite, aconteceu uma briga, não tinha nada diferente das outras noites, ele já tinha brigado muitas vezes antes, mas naquela noite em questão ele sentia uma raiva incontrolável dentro de si, 3 caras bem fortes espancavam um garoto magrelo só porque este esbarrou na bebida de um deles, antes que os seguranças pudessem chegar eles sairam pelas portas dos fundos e carregaram o pobre coitado, que mal se aguentava de pé, Johann observava tudo sem se mexer, não acreditando na covardia e principalmente no ódio que crescia dentro dele como um vulcão prestes a explodir, antes que as portas se fechassem ele pôde ver um dos 3 dar um chute na cabeça do garoto que já estava no chão, um uivo muito alto saiu sozinho de sua boca neste momento e um clarão se abriu a sua frente, ele atravessou o porta numa velocidade surpreendente e de repente os 3 caras se tornaram muito pequenos, muito menores do que eram dentro da boite, de fortes passaram a ser formigas, isso, formigas que mereciam ser eliminadas, e assim foi feito. Mas estranhamente aquilo não fez a raiva passar, ela crescia e ele precisava de mais, o próximo alvo era o pobre coitado que já estava estirado inconciente no chão, mas antes que mais uma carnificina fosse feita alguém se colocou entre os dois, o garoto não o reconhecia, na verdade ele não conseguia raciocinar direito, mas a pessoa não se mexia e olhava diretamente para os seus olhos, sua figura embora pequena era imponente, talvez imponente demais para um garoto, a imagem do homem começou a aumentar e o rapaz olhou para suas mãos, elas estavam repletas de sangue, com lágrimas nos olhos ele pergunta ao velho a sua frente, que agora ele reconhecia:

- O que foi que eu fiz?

- Acalme-se meu jovem rapaz, - o velho se abaixa abraçando-o - deixe-me lhe contar uma história.




Attributes (em Homid)


Strength - 4

Dexterity - 4

Stamina - 3

Charisma - 3

Manipulation - 2

Appearance - 1

Perception - 3

Inteligence - 3

Wits - 3


Abilities


Talents


alertness - 3

athletics - 2

brawl - 3

Dodge - 2

Empathy - 2

expression - 0

intimidation - 3

primal urge - 2


Skills


animal ken - 1

Drive - 2

etiquette - 3

Firearms - 2

leadership - 2

melee - 1

stealth - 1

survival - 1


Knowledge


Computer - 2

Medicine - 1

Politics - 2

Rituals - 2


Other traits


Rage - 5

Gnosis - 4

Willpower - 5


Backgrounds:


Resources - 4

Pure Breed - 3

Totem: Grandfather Thunder - 7

Past Life - 3


Gifts:


Fatal Flaw - Level 1

Persuasion - Level 1

The Falling Touch - Level 1

Whisper Catching - Level 1

Master of Fire - Level 1

Resist toxin - Level 1


Rituais:


Spiritual Preparation

Questing Stone

Moot Rite

Rite of Talisman Dedication

Rite of Cleansing

Rito do murmúreo


Fetiches:


Fang Dagger


Merits:


Flaws:

OPINIÃO DE JOHANN

Matilha da Unidade de Gaia -> Minha matilha, entrei um pouco depois de meus irmãos de pack e acabei caindo no meio de uma briga interna, todos me parecem ter o coração no lugar certo mas suas mentes divergem muito, embora a diversidade de opiniões seja um fator enriquecedor, os objetivos acabam ficando obscuros algumas vezes.

Seawulf Roar -> Grande irmão e líder da pack, tem um poder incomparável dentro da pack em batalha, detentor de um comportamento único muito singular, vive em meio a conflitos psicológicos, pois seu comportamento lupino quase não é compreendido por seus irmãos de pack. Pra mim é facil entender suas atitudes, pois tive todo meu treinamento num caern praticamente lupino e tive de aguentar comportamentos muito piores, inclusive de um Red Talon. Sería interessante se algum dia ele descobrisse o valor do dinheiro, pelo menos o valor do meu dinheiro.

Coruja do Norte -> Tive pouco contato direto com este segundo lupino de nossa pack, só sei que salvou miha vida no início de minhas desventuras com eles e lhe sou muito grato por isso, mas tinha um comportamento muito difícil (chato), desapareceu, foi dado como morto e depois voltou, está muito diferente, mais sério e o principal, não é mais tão chato. (graças a Gaia)

Uivo Branco -> Era o líder quando me juntei a eles. Possui habilidades impressionantes e uma calma muito grande. Estranhei muito, pois demora muito em momentos cruciais e não possuia muita voz de comando, não digo que um líder tenha de ser autorítário, mas ele tem que liderar e tomar decisões nas horas certas. Atualmente é um dos críticos mais fervorosos das ações impulsivas de Seawulf, mas não parou até hoje para prestar atenção em suas próprias ações, que são tão impulsivas ou até mais que as dele e algumas vezes também impensadas. A diferença entre os dois é que o lobo se expressa com os dentes e o homem com as palavras.

Sophis Ruv -> A única fêmea da pack, pessoa muito ponderada, consegue manter a calma em quase todas as ocasiões, mas nem por isso pode ser considerada mansa. Possui muitas habilidades e traz equilírio a todos, é uma infelicidade que tenha ficado afastada por tando tempo, sua volta trouxe energia que tem se refletido no avanço que temos conseguido a cada dia. Tenho gostado muito da minha nova parceira de investigações.

Cigarra na Noite -> Nosso mais novo theurge, é uma pessoa diferente, visto que é cego, mas enxerga e faz coisas que nenhum de nós consegue, está a pouco tempo na pack e já nos livrou de boas enrascadas, ainda não sabe o quão importante é para todos nós, mas vai aprender com o tempo.

Eco dos Trovões -> Meu tio e é a pessoa responsável pelo meu treinamento e pelo garou que sou hoje, antigo Juiz do Destino é uma pessoa muito séria porém muito justa também. Já está muito velho e tenho tentado de me aproximar dele antes do fim.

Bjorn Verme Mortal -> Esse é doido varrido. E sua tia é da Wyrm com certeza!

Cérberus -> Líder do Caern, garou muito sério que salvou nosso caern do antigo septo maculado, pega bastante no pé de Seawulf, que afinal é seu sobrinho, só sei que não gostaría de estar na pele dele.

Paz de Espírito -> Ranzinza que só ele, dá bons conselhos, mas tá longe de estar em paz com seu espírito.

Espírito da Neve -> Prefiro não comentar! Alguma criança pode ler!

Verdade das Sombras -> Parece em alguns aspectos com meu tio, mas não em todos. Foi por pedido dele que me juntei ao Caern do Vento Frio, e tem me orientado desde então. Seus conselhos tem me levado pelo caminho certo e tenho certeza que tenho muito a aprender com ele.

Gaefa -> Sei muito pouco sobre ela, apenas que tem feito um bom trabalho social para o caern e que todos a respeitam muito por isso.

Karmine -> Esse não me engana. Ainda descubro seus podres.

Justiça das Ruas -> Tá representando o Conreto, mas parece confiável.

Sombra do Norte -> Um Shadow Lord lupus muito gente boa, já me ajudou no passado e continua ajudando.

Sonja Negra e Fúria Pura -> Só sei que enrolaram Seawulf direitinho.

Kernel -> Esse é pior do que o Karmine por enquanto, tem amigo que come até calcinha, só estamos esperando que nos de mais provas para acabar com ele de uma vez.

Hunter -> Exímio conhecedor de armas, ainda vamos fazer um laboratório balístico, é só o Seawulf parar de gastar um pouco.

Rastros sob a Lua -> Esse aí, sei não.

Makulus Karkanov -> Esse é gente boa, irmão de Tribo e único da PAT que tem demostrado interesse em juntar nossas informações, e isso é muito enriquecedor para todos.

Caern do Sol da Meia Noite -> Meu Caern de origem. Estão me tratando diferente desde que Seawulf estoporou a ponte. Parece que estão tendo problemas por isso, vou ter que me esforçar para recuperar o prestígio por lá.




Johann tem observado as atitudes de todos que estão a sua volta, e uma pergunta não para de aparecer em sua mente: Porque alguns garous insistem em se chamar de irmãos? Até onde ele sabe, irmão é aquele que ajuda o outro de forma incondicional quando a necessidade é real e faz suas perguntas e contestações depois que o perigo tenha passado, não ao contrário, contestando antes, indo embora frente as adversidades e perguntando se está tudo bem ao final. O conceito de família anda meio deturpado nessa sociedade. É bom que este conceito se estabeleça de uma vez ou que cada um comece a tomar conta de seu próprio telhado de vidro.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.